Como acontece a troca do calor nos ambientes?

Não é segredo para ninguém como os processos de produção industrial podem gerar um calor excessivo no ambiente, que tornam o local inadequado para a permanência dos colaboradores e, também, trazem inúmeros malefícios para os maquinários. Por esta razão, é essencial que haja um bom sistema de refrigeração no local.

Contudo, você sabe como acontece o processo de refrigeração industrial? Como é feita a troca do calor interno e externo para gerar um ambiente propício para o desenvolvimento das atividades de produção? Qual é a importância de contar com bons compressores, condensadores, evaporadores e válvulas?

De maneira simples e geral, esses processos de refrigeração se iniciam com a entrada dos fluidos nos compressores em estado de vapor, onde são comprimidos e superaquecidos. Assim, ao estar sob uma alta pressão e em uma temperatura elevada, os fluidos são conduzidos até os condensadores, onde passam do estado gasoso a um estado líquido saturado.

Quando atingem o estado líquido saturado, são direcionados às válvulas de expansão, onde esses fluidos são expandidos até se tornarem um conjunto de fluidos líquidos e gasosos. Eles são levados até os evaporadores, responsáveis por realizar, de fato, a troca do calor interno do local, expelindo os fluidos quentes para fora do local.

Por fim, a conexão entre todos esses equipamentos é feita por tubulações altamente resistentes, conduzindo todos os fluidos de maneira adequada até o seu destino final para garantir que o calor interno seja liberado e o ambiente tenha uma temperatura adequada para o desenvolvimento das atividades de produção.

Postagem criada em: 06/01/2022 - 09:32


Sobre a categoria dessa página Soluções: Conheça um pouco mais sobre as soluções oferecidas por empresas de diversos segmentos, qualidade no atendimento e na prestação do serviços.