Tudo sobre as portas emergenciais em edifícios

As portas emergenciais para Segurança Contra Incêndio são fundamentais em diversos ambientes para garantir a máxima segurança de todos, principalmente em ambientes com um grande fluxo de pessoas, como em condomínios.

O uso da porta corta fogo já era amplamente visto desde a década de 70, porém, foi somente a partir de 1983 que a instalação de porta corta fogo para prédios com quatro andares ou mais passou a ser obrigatória.

Essas portas são fundamentais para o edifício conseguir tirar o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), tendo em vista que são uma das principais ferramentas para a segurança contra incêndio, impedindo ou retardando ao máximo a propagação das chamas, do calor e da fumaça pelo ambiente em uma situação urgente.

Não é segredo para ninguém que essas portas nunca devem ser trancadas, contudo, há algumas exceções (e também alguns requisitos) sobre o uso de fechaduras com chave para essas portas. Essas exceções se dão quando as portas guardam bombas e geradores, a fim de evitar que pessoas não autorizadas tenham acesso, como as crianças, por exemplo.

Contudo, a lógica dessas fechaduras é a seguinte; a liberação da passagem pelo lado externo se faz somente com o uso das chaves, porém, pelo lado interno a passagem está sempre lore para garantir uma rápida evacuação em uma situação de pânico.

Por fim, o uso inadequado pode trazer sérias consequências, como foi o caso de um condomínio na zona sul de São Paulo onde duas pessoas morreram em decorrência da inalação da fumaça tóxica vinda de uma porta emergencial que será mantida aberta pelos condôminos. Portanto, respeite as condições de uso das portas.

Postagem criada em: 09/09/2021 - 16:21


Sobre a categoria dessa página Serviços: Conheça um pouco mais sobre os serviços de manutenção oferecidos por empresas de diversos segmentos, qualidade no atendimento e na prestação do serviços.