Prevenção de danos causados pelo fogo

Um detector de fumaça é elaborado como um sensor que reconhece as partículas de fumaça. Não é uma assembleia, mas um constituinte do sistema de alarme de incêndio em seu prédio. Identifica calor ou fumaça em caso de combustão e envia essas informações para o sistema de alarme de incêndio.

Isso é tudo sobre o seu papel. Quando envia um sinal para o sistema de alarme, o sino de aviso é tocado pelo sistema de alarme de incêndio e não pelo detector de fumaça.

Agora que você sabe seus significados, você entende que um alarme de fumaça e um detector de fumaça são diferentes um do outro.

As elaborações em detectores de fumaça e alarmes de fumaça atestam suas diferenças. É hora de investigar a disparidade entre eles. Ao contrário de um alarme de fumaça, um detector de fumaça tem apenas um sensor, ele não tem força para alertá-lo por conta própria.

Para avisá-lo, ele ativa o sistema de alarme central ou envia o sinal para ele, e o aviso é produzido lá. Esta ferramenta não tem eficácia se sua conexão for cortada do sistema central de alarme de incêndio.

Significa que se um detector de fumaça for separado do sistema de alarme de incêndio, não haverá nenhum alarme de alerta. Um detector de fumaça não é autônomo, mas faz parte do sistema de alarme de incêndio.

Por outro lado, um alarme de fumaça é um dispositivo independente. Tem sua fonte de alimentação e ferramenta de som para levantar um alarme de calor e fumaça. Além disso, não depende de um sistema de alarme de incêndio para avisar as pessoas e é uma unidade livre. Consulte um profissional para saber mais detalhes técnicos.

Postagem criada em: 17/06/2022 - 12:09


Sobre a categoria dessa página Serviços: Conheça um pouco mais sobre os serviços de manutenção oferecidos por empresas de diversos segmentos, qualidade no atendimento e na prestação do serviços.