Falha no sistema? Conheça a solução!

Com o estudo de seletividade e proteção, a empresa tem uma visão fiel do quão protegido é seu sistema elétrico e o grau de proteção que está oferecendo aos seus colaboradores e usuários, além de estar em conformidade com as normas brasileiras e junto aos órgãos fiscalizadores.

Quanto às coordenações dos dispositivos de proteção avaliadas, são realizadas as coordenações de fusíveis em série, entre o fusível e o religador, entre o fusível e o disjuntor, entre o religador e o seccionalizador. Além dos cálculos e elaboração do laudo, a Mille Engenharia pode ajudar e até mesmo executar a parametrização e comissionamento dos relés.

Todas as instalações com potência transformadora instalada superior a 300 kVA devem possuir proteção geral através de disjuntores de Média Tensão, assistidos por relés eletrônicos de proteção secundária multifuncionais.

Em geral, o estudo de seletividade determina os ajustes dos equipamentos de proteção com o objetivo de atingir rapidez na eliminação da falha (velocidade) e uma capacidade de identificar as faltas para as quais estes dispositivos foram projetados (sensibilidade). Isolando a menor porção do sistema elétrico, no menor tempo é possível se garantir a proteção dos equipamentos e das pessoas. Portanto, é de suma importância que o estudo de proteção e seletividade seja feito por profissionais capacitados e que adotam boas práticas de engenharia.

Diante de todos esses fatores, a recomendação é que se pesquise por profissionais qualificados para tirar todas as suas dúvidas e fornecer o suporte completo e seguro. Além disso, pesquise bem antes de tomar quaisquer decisões precipitadas.

Postagem criada em: 01/06/2022 - 08:27


Sobre a categoria dessa página Engenharia: Bem vindo ao TDB Classificados, nosso objetivo consiste em oferecer o melhor conteúdo sobre diversos temas, saiba mais sobre empresas de Engenharia.