Tudo sobre as vistorias nas portas de emergência

Sabemos que as portas corta fogo carregam uma grande importância e responsabilidade nas saídas de emergência, rotas de fuga, ambientes com acesso às escadas e ambientes com capacidade de aglomeração acima de cem pessoas.

Além disso, também é muito utilizada em outros ambientes para garantir uma rápida evacuação de todos os presentes e proporcionar uma grande segurança ao impedir ou retardar ao máximo a propagação das chamas, do calor e da fumaça pelo local.

Contudo, para que as portas cumpram a sua função de completa vedação do ambiente em uma situação de incêndio ou pânico, é fundamental que passem por vistorias periódicas a fim de uma completa avaliação do sistema automático, lubrificação das partes móveis e análise das condições de todos os seus componentes, como as barras antipânico e fechaduras.

Segundo a Norma do Corpo de Bombeiros, é recomendado que a manutenção portas corta fogo aconteça a cada seis meses a fim de manter todas as partes móveis da sua porta corta fogo em plenas condições de uso em uma emergência, mas, elas também podem acontecer mensalmente ou a cada três meses.

Em condomínios, por exemplo, onde muitas vezes as portas de emergência são usadas de maneira inadequada, é fundamental que o sistema de fechamento automático passe por uma vistoria a cada três meses ou menos para garantir a vedação necessária em uma situação urgente.

Por fim, as portas de emergência podem salvar vidas, e, por este motivo, devem sempre estar com as suas devidas vistorias e manutenções em dia para que possam proporcionar uma grande segurança a todos.

Postagem criada em: 24/08/2021 - 11:13


Sobre a categoria dessa página Manutenção: Conheça um pouco mais sobre os serviços de manutenção oferecidos por empresas de diversos segmentos, qualidade no atendimento e na prestação do serviços.