Como as suas portas estão fechando?

Segundo a norma regulamentadora das portas corta fogo, todas elas devem possuir um dispositivo que realize o seu fechamento de maneira totalmente automática, ou seja, sem nenhuma intervenção humana.

Isso se dá porque, em uma situação urgente de incêndio ou pânico, ninguém irá se preocupar com o fechamento das portas, contudo, elas devem estar fechadas corretamente para que realmente cumpram a sua função de vedação do ambiente.

Esses dispositivos podem ser os selecionadores de folhas, em caso de portas de emergência que possuem folhas duplas, molas aéreas (também conhecidas como molas hidráulicas) ou, também, as dobradiças.

As dobradiças contam com molas internas, responsáveis pela abertura, fechamento e, principalmente, permanência das portas bem fechadas, e essas molas devem sempre estar devidamente reguladas para que o sistema automático das portas esteja sempre em plenas condições de uso.

Quando as portas apresentam anomalias em seu sistema automático, ou não estão mantendo as portas bem fechadas como deveriam, pode ser um sinal de que uma regulagem porta corta fogo precisa ser realizada.

Ressaltamos que essa regulagem deve ser feita com uma equipe técnica especializada para que as portas tenham um fechamento suave e sem impactos fortes. Afinal, os impactos fortes além de causarem barulhos desconfortáveis, podem comprometer os outros componentes das portas.

Por fim, essas regulagens podem acontecer, também, durante as manutenções preventivas, fundamentais para garantir o pleno funcionamento das portas em uma situação de emergência. As manutenções podem acontecer mensalmente, a cada três meses ou a cada seis meses, de acordo com a necessidade e com o uso das portas.

Postagem criada em: 24/08/2021 - 11:14


Sobre a categoria dessa página Manutenção: Conheça um pouco mais sobre os serviços de manutenção oferecidos por empresas de diversos segmentos, qualidade no atendimento e na prestação do serviços.