Um guia completo sobre as portas de emergência:

As portas corta fogo, também muito conhecidas por portas de emergência, são portas com alta resistência à ação das chamas, do calor e da fumaça, de modo que possam impedir ou retardar ao máximo o incêndio por outros ambientes ou andares de um local.

Essas portas normalmente são do tipo de abrir com eixo vertical, possuindo uma ou mais folhas, com o batente (também conhecido como marco), ferragens,mata-juntas e bandeiras confeccionadas a partir do mesmo material. Essas portas também podem ser encontradas feitas em vidro em shoppings e outros edifícios.

De acordo com a norma que regulamenta essas portas, a ABNT NBR 11742, essas portas podem ser classificadas de quatro maneiras diferentes, sendo elas: P-30, P-60, P-90 e P-120, de acordo com o seu nível de resistência ao fogo e calor.

De modo simples, essas portas possuem tempo de resistência mínima de 30 minutos, 60 minutos, 90 minutos e 120 minutos, respectivamente. E a norma acrescenta que essas portas podem ter como adicional o fator à prova de fumaça, com uma letra “F” após a letra “P”. Como, por exemplo, uma PF-30, porta de tempo de resistência mínima de 30 minutos e à prova de fumaça.

Além disso, essas portas podem ser equipadas com barras antipânico, fechaduras com ou sem chave (portas com chave devem ser de evacuação livre pelo lado interno), molas aéreas e dobradiças. No caso de portas duplas, um selecionador de folhas é fundamental para o fechamento correto das folhas.

Por fim, essas portas devem passar por manutenções mensais e semestrais em caráter preventivo, realizando a limpeza e higienização de todas as peças, bem como uma vistoria de todo o sistema automático, para evitar possíveis danos ou desgaste precoce dos componentes.

Postagem criada em: 24/08/2021 - 11:07


Sobre a categoria dessa página Manutenção: Conheça um pouco mais sobre os serviços de manutenção oferecidos por empresas de diversos segmentos, qualidade no atendimento e na prestação do serviços.