Tudo sobre as portas para saídas de emergência:

As saídas de emergência podem ser um caminho contínuo e, principalmente, protegido, composto por portas, passagens externas, balcões, corredores, rampas e escadas para facilitar ao máximo a evacuação das pessoas presentes em uma emergência de incêndio. As portas para saídas de emergência podem ser muito encontradas feitas em vidro, alumínio, madeira ou ferro.

Além disso, para saídas de emergência, são muito utilizadas portas corta fogo NBR 11742, que nada mais são do que portas do tipo de abrir com eixo vertical, constituída por uma ou mais folhas, batente (também conhecido como marco), ferragens,mata-juntas e bandeira confeccionadas a partir o mesmo material, impedindo ou retardando a propagação do fogo, calor e gases, de um ambiente para o outro.

Segundo a norma, essas portas podem ser divididas em quatro classes diferentes de acordo com o seu nível de resistência a ação das chamas, do calor e dos gases, são elas:

  • Classe P-30, quando o tempo de resistência mínima ao fogo é de 30 minutos;
  • Classe P-60, quando a sua resistência mínima é de 60 minutos;
  • Classe P-90, quando sua resistência mínima é de 90 minutos; e
  • Classe P-120, quando o tempo de resistência mínima ao fogo é de 120 min.

Todas essas classes de portas podem possuir como adicional a característica de serem “à prova de fumaça”. Neste caso, uma letra “F” deve ser acrescentada após a letra “P”, como, por exemplo, uma PF-30: porta com tempo de resistência mínima de 30 minutos e à prova de fumaça, ao mesmo tempo.

Por fim, vale salientar como é imprescindível que estas portas fiquem devidamente fechadas durante todo o tempo. Seu uso inadequado pode trazer sérias consequências em uma emergência, não proporcionando a vedação esperada e prejudicando a segurança e evacuação dos presentes.

Postagem criada em: 24/08/2021 - 11:10


Sobre a categoria dessa página Manutenção: Conheça um pouco mais sobre os serviços de manutenção oferecidos por empresas de diversos segmentos, qualidade no atendimento e na prestação do serviços.