Saiba quando trancar a sua porta de emergência:

É de conhecimento geral que as portas corta fogo não podem ser trocadas, afinal, muitas vezes são as portas que guardam saídas de emergência, rotas de fuga e muito mais. Com elas trancadas, a fácil evacuação dos presentes poderia ser impedida, além de atrapalhar a ação do Corpo de Bombeiros no combate às chamas.

Contudo, há uma exceção para o uso de fechaduras com chave para portas corta fogo, que é quando essas portas guardam geradores e bombas em um condomínio ou edifício comercial, tendo em vista que são áreas de risco e que não devem ser acessadas por pessoas não autorizadas.

Mas, mesmo com o uso das chaves, a lógica para esta fechadura é a seguinte: para permitir o acesso pelo lado externo, é necessário o uso das chaves, porém, a passagem pelo lado interno não precisa de chaves pois, em uma emergência, as pessoas poderão evacuar com facilidade do ambiente, evitando maiores complicações.

Fora este caso, em um condomínio as outras portas nunca devem ser trancadas. Sabemos que há condôminos que insistem em trancá-las, mas esta é uma prática perigosa e que pode trazer algumas multas para o edifício, afinal, em uma situação de pânico, a passagem ficará obstruída e os presentes não conseguiram evacuar com facilidade.

Por fim, não podemos deixar de citar os condôminos que optam por deixar as portas de emergência abertas, impedindo o seu completo fechamento com algum objeto, mas, assim como a anterior, é uma prática perigosíssima que poderá contribuir para a propagação das chamas e dos gases tóxicos pelo edifício, portanto, não contribua para estes tipos de práticas para a máxima segurança de todos.

Postagem criada em: 31/08/2021 - 16:42


Sobre a categoria dessa página Manutenção: Conheça um pouco mais sobre os serviços de manutenção oferecidos por empresas de diversos segmentos, qualidade no atendimento e na prestação do serviços.