As câmeras de CFTV tratam-se da tecnologia mais avançada do momento quando o assunto é segurança, com  vantagens, uma delas é que ele permite monitorar em tempo real qualquer área, seja interna ou externa. A segurança eletrônica minimiza a exposição humana e aumenta a eficiência do monitoramento.

O CFTV tem um funcionamento bem simples. Pois bem, as imagens coletadas pelas câmeras são transmitidas para telas de TV que ficam em uma central. A recepção é feita por placas DVR ou Stand Alone, possibilitando apenas a exibição ou gravação, de acordo com a configuração.

No entanto, o bom funcionamento só se efetivará por meio da instalação de uma fonte de alimentação, com dimensionamento adequado para a câmera e também qualidade no conector do cabo de vídeo, com objetivo de garantir a capacidade do sinal. Assim, um gravador digital e um nobreak são essenciais para o correto funcionamento do sistema de CFTV.

Existem dois tipos de CFTV, sendo eles: analógico e o IP. O primeiro ainda é o mais utilizado no mercado em razão dos menores custos.

No analógico, as ligações das câmeras com os dispositivos são feitas por cabos coaxiais, que são responsáveis pelo sinal, enviando as imagens aos gravadores e depois para os monitores.

Já o IP abre um leque de possibilidades, pois oferece imagens em alta definição, além de contar com câmeras que têm a tecnologia IP.

Diante de todos esses fatores, consulte um profissional qualificado para fornecer todas as informações necessárias, bem como soluções completas. Além disso, estabeleça uma relação de transparência e comprometimento para que todos os prazos estipulados sejam cumpridos a risca.

Postagem criada em: 11/11/2021 - 16:51


Sobre a categoria dessa página Energia e Tecnologia: Bem vindo ao TDBC, nosso objetivo consiste em oferecer o melhor conteúdo sobre diversos temas, saiba mais sobre empresas de Tecnologia.